quinta-feira, 27 de setembro de 2012

Semana de Iniciação: Fortalecimento Muscular

A corrida exige uma estrutura muscular preparada o suficiente para estabilizar e minimizar o impacto nas articulações, especialmente do tornozelo, joelho e quadril. 

Com isso, considero a musculação tão importante quanto o cardiorespiratório num programa de corrida. O treino de fortalecimento muscular bem estruturado promove um aumento da força muscular, reduz o risco de desenvolver lesões, auxilia na melhora da postura e aprimora a capacidade do corpo de receber a carga imposta pela corrida.



Estes são exemplos dos exercícios que merecem atenção especial dos corredores:

Agachamento ou Leg Press: Este é um dos exercícios mais completos na academia por trabalhar com um grande número de articulações e músculos (quadríceps, posterior de coxa e glúteos). Quando trabalhados de forma unilateral, auxiliam na recuperação de possíveis desequilíbrios nos grupos musculares entre cada uma das pernas.

Agachamento
Leg Press



Cadeira Extensora: Tanto a cadeira extensora quanto a cadeira flexora, ou também a mesa flexora, são outros aparelhos muito importantes para o desenvolvimento dos membros inferiores. Primeiro a cadeira extensora, que trabalha principalmente a área do joelho, auxiliando no fortalecimento deste e na estabilização e absorção de todo impacto decorrente da corrida. 


Cadeira Flexora: Depois a cadeira ou mesa flexora que trabalha os flexores e as articulações do joelho, auxiliando também no fortalecimento e na prevenção de lesões. Os músculos flexores bem fortalecidos auxiliam na melhora da amplitude da passada na medida em quem aumenta sua capacidade de elevar a perna na fase aérea da corrida.



Cadeira Adutora e Abdutora: Já as cadeiras adutora e abdutora são muito importantes para manter a estabilidade do joelho e reduzem o risco de lesões desta articulação por diminuir o estresse aplicado nas estruturas que mantêm o joelho estável como os ligamentos e tendões.


              


Flexão Plantar (Panturrilha): Essa é uma região de suma importância na vida do corredor, os músculos que a compõem são responsáveis tanto pela absorção do impacto quanto pela força de propulsão anterior do corpo na corrida.


Abdominais e Lombar: Diversas são as variações para trabalhar a região do tronco na academia, escolha as variações que sejam mais confortáveis para você. O importante é não deixar de treiná-las.



Eu pratico estas séries em casa nos dias em que não treino corrida. Pesquise na internet vídeos com circuitos de musculação e adapte aos seus treinos.

Até a próxima!

Um comentário:

  1. amei as dicas, são ótimas, a sociedade tem que dar adeus ao sedentarismo!

    ResponderExcluir